Como estruturar um negócio de consultoria IV Imagem e presença do Consultor

25 de outubro de 2017

Operante em sua atividade, com nome e logotipo definidos (este, preferencialmente, com participação de profissional do setor publicitário), é hora do consultor se dedicar ativamente à construção de marca pessoal e à conquista de boa reputação, não apenas garantindo cotidianamente  serviço de qualidade e credibilidade, mas promovendo sua atuação por meio de canais próprios de comunicação com o público – como site ou blog personalizado, perfis em redes sociais e boletins eletrônicos ou impressos – e divulgação em  veículos de referência na imprensa, fortes aliados nesse processo – seja por meio de artigos de opinião ou entrevistas para TV, rádio, jornais e revistas.

Deve-se explorar esses espaços e oportunidades de “aparição” e contato social para firmar publicamente seu perfil e competências , como um cartão de visitas mais elaborado, apresentando sua expertise e visão sobre negócios. Publicidade, congressos, exposições em feiras, palestras e trabalho comunitário voluntário são outras ações que favorecem sua imagem e potencializam sua presença na área em qualquer fase do negócio.

Também vale citar novamente o networking como recurso básico nesse processo constante de autopropaganda e indicação boca a boca- importantíssimo segundo a pesquisa. Além dos clientes satisfeitos e consultores  serem fonte de reverberação* positiva do serviço, antigos empregadores, ex- colegas de faculdade  e amigos que ocupam posições de decisão em empresas, que lhe conhecem, por exemplo, podem ser potenciais contratantes, e o envolvimento com associações profissionais de classe, incluindo a possibilidade de ocupação de cargos de destaque, estreita as ligações do consultor com sua comunidade e lhe gera mais visibilidade.

Enxergar outras empresas de Consultoria como colegas, parceiros,  não meros concorrentes, enriquece e beneficia sua rede de contatos e relacionamentos no mercado.

Quanto à prestação de serviço propriamente dita, um diferencial positivo para manter seu negócio em alta é valorizar o trato com os clientes, porém podendo despedir o cliente “não ético”. Pesquisar as expectativas dele,  saber ouvir, acessibilidade, agir de acordo com o diagnóstico,  incentivar a geração de ideias, colocar-se como recurso, “entregar conhecimento”,  avaliar sempre e confidencialidade, por exemplo, devem ser adotados como pilares para uma dedicação profissional que humanize a relação contratual, desenvolvendo-a em uma parceria produtiva de franqueza e confiança.

* fonte:  Curso Introdução à consultoria Online com Luiz Affonso Romano https://lp.administradores.com.br/l/consultoria 

Perfil das Empresa de Consultoria no Brasil, edições 2014, 2015 e 2016 http://laboratoriodaconsultoria.com.br/site/perfil-das-empresas-de-consultoria-no-brasil-2016/

 

Share Button

1 Comment

  1. Kelly · 1 de dezembro de 2017 Reply

    Excelente! Praticamente um passo a passo bem definido da atividade em estudo.

    http://www.busin.com.br Consultoria, Assessoria & Treinamento.

Leave a reply